Translate

Quem sou eu

Total de visualizações de página

Seguidores

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Nudez


E eu senti uma imensa saudade do infinito,
das lembranças amarelas que não tive,
 das memórias coloridas apagadas,
dos sentidos reversos esmagados,
enquanto a noite derramava os seus  mistérios
e a lua se despia do pudor.

krika 09/11/2011


3 comentários:

  1. "E eu senti uma imensa saudade do infinito," isso é lindo, assim como todo o texto e a foto, gosto muito de Lua transmite uma paz!!!

    Um grande abraço minha querida e obrigada pelo carinho de seus comentários. Leonice

    ResponderExcluir
  2. Krika, acho que a lua não pudor nenhum mesmo, amei. Bem vinda ao Finais Felizes. Vou ficando por aqui e me encantando. Carinhos

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, sugestão, dicas, blog se alimenta de comentários..rsrs
Se não encontrar a opção de postagem escolha Anônimo e deixe seu nome no comentário!!!
Mas lembre-se, recados ofensivos não serão admitidos!!