Translate

Quem sou eu

Arquivo do blog

Total de visualizações de página

Seguidores

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Belo
Vida no varal... as horas passadas deixam marcas sob o sol do interior, não se pode perder o tempo de secagem, tem maneiras de se pendurar a roupa, sempre pelo avesso,  atenção com os pregadores de madeira, eles podem marcar e às vezes sujam.  Varal feito de arame, apoiado pelo bambu, sob a imensidão do quintal e o verdeazul dos dias. Vida no interior onde sol desponta dourado e de mansinho. Mas sol demais também desbota a roupa, faz perder o brilho e a maciez... O sol nem liga, sai, enfeita, brilha, aquece e desbota mesmo. As mulheres intuitivas sabem ler o tempo, se o sol vai durar o dia todo elas enchem o varal. Agosto venta muito e pouco chove por aqui, as noites são temperadas, dá pra dormir de cobertor e nas manhãs todo o barulho da vida pra acordar o dourado do sol. Barulho no interior começa com o passarinho, com o cachorro da vizinha, com as crianças e suas pipas, com cheirinho de café, leite, pão e manteiga. Todos os dias o sol, a roupa suja  e há vida no varal.   

3 comentários:

  1. Nada mais a declarar de um eu-quintal!

    ResponderExcluir
  2. Amei o texto. " Sol demais também desbota a roupa, faz perder o brilho e a maciez... " Concordo em todos os sentidos :)


    http://mundofashionfemenino.blogspot.com/

    Beijinho!!!

    ResponderExcluir
  3. oi Krika
    comigo td bem e vc?

    obrigada pela visita,bjs

    estilorosa.blogspot.com

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, sugestão, dicas, blog se alimenta de comentários..rsrs
Se não encontrar a opção de postagem escolha Anônimo e deixe seu nome no comentário!!!
Mas lembre-se, recados ofensivos não serão admitidos!!