Translate

Quem sou eu

Total de visualizações de página

Seguidores

quarta-feira, 24 de abril de 2013

Só!


E num piscar de olhos não mais aqui, não mais falava comigo,
 não mais o riso largado após as travessuras do dia,
não mais as transgressões oportunas
 em meio à conveniência desavergonhada,
imperativa da sobrevivência. 
Há um silêncio ecoando dolorido
sob um azul que se abre dia após dia,
na beleza da vida, agora não mais compartilhada.
Rastro da ausência...
Faltou-me o ar e as palavras secaram no azedume das lágrimas,
na intensidade da dor.
 Desapareceste, simplesmente desapareceste.
Emudecido, criaste asas num voo sem plano,
na direção do infinito.
Por que?
O mesmo mundo que calou-te o ensinou a voar.
E voaste...
Mas eu fiquei por aqui, na incompletude,
no vazio que deixaste, na lentidão imperfeita
  do tempo que passa, 
agora, sem ti!
 
krika 24/04/2013

Um comentário:

Deixe seu comentário, sugestão, dicas, blog se alimenta de comentários..rsrs
Se não encontrar a opção de postagem escolha Anônimo e deixe seu nome no comentário!!!
Mas lembre-se, recados ofensivos não serão admitidos!!