Translate

Quem sou eu

Total de visualizações de página

Seguidores

segunda-feira, 22 de abril de 2013

Ausência

 
Posso viajar no vento que sopra o tempo distante e imediato,
desdobrado nas memórias ocultas, nos mistérios da noite que desabafa,
que me revela as entranhas fragilizadas em medos desordenados e me jogam ao chão desfalecida sob a relva  orvalhada no sereno macio, solitário sereno debaixo do escuro celestial na ausência solar de um dia que simplesmente anoiteceu ou nas forças avassaladoras em que me entrego depois da fuga, depois da vida, depois de você ter passado por mim, ou depois que estive em você...somos nós e a noite... somos eu e você nas lembranças de um tempo refugiado nas lembranças!
 
krika 22/04/2013

2 comentários:

  1. Excelente texto con bellas metáforas.
    Te felicito.
    Con ternura
    Sor.Cecilia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gracias por su cariño, por sus palabras. Un abrazo.

      Excluir

Deixe seu comentário, sugestão, dicas, blog se alimenta de comentários..rsrs
Se não encontrar a opção de postagem escolha Anônimo e deixe seu nome no comentário!!!
Mas lembre-se, recados ofensivos não serão admitidos!!