Translate

Quem sou eu

Arquivo do blog

Total de visualizações de página

Seguidores

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Volitivos do meu sol

 


O calor do sol lambeu a pele delicadamente,
deslizando as labaredas no corpo em chamas,
 ardendo os sentidos e dourando o prazer indescritível. 
Neste instante só o desejo se pronuncia
e é capaz de traduzir os sussurros  na travessia do inimaginável,
 na mística silenciosa da aurora,
quando finda a madrugada, já na chegada do dia.
 O sol abre as cortinas do céu incendiando o noturno que se despede... 
A luz espalha  a paixão pela terra dos mortais,
entregues, abandonados nos braços dourados,
que aquecem as almas inquietas, 
enchendo de amor o dourado da vida.
Assim, a cada dia  o sol renova a existência dos seres,
na imensidão ardente das chamas e
no desejo dos corpos em chamas...
Ora posso ser o sol...Ora posso ser a chama, que aquece o sol!


krika 1/01/2012

Um comentário:

  1. Hola querida amiga, ¡que suerte poder cantar al sol!, el nos da fuerza y energia a la vez que dora nuestra piel.
    En España mañana esperamos nieve. Tambien la nieve es bella y cuando extiende su manto nos tansporta calma y paz.
    Un fuerte abrazo con mi cariño.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, sugestão, dicas, blog se alimenta de comentários..rsrs
Se não encontrar a opção de postagem escolha Anônimo e deixe seu nome no comentário!!!
Mas lembre-se, recados ofensivos não serão admitidos!!