sexta-feira, 17 de junho de 2011

Ainda sob o efeito da lua, a manhã acordou vagarosamente, entorpecida  pelas paixões que a noite trouxera, acompanhada pelos sentidos aguçados na escuridão. Mas o dia começava alheio a qualquer vestígio noturno e o azul contemplativo, adornado pelos brancos flocos de vida, abria as portas do meu recomeço, enquanto eu abria a janela do quarto.

Um comentário:

  1. Fotografei minha manhã da janela do meu quarto e amanheci!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, sugestão, dicas, blog se alimenta de comentários..rsrs
Se não encontrar a opção de postagem escolha Anônimo e deixe seu nome no comentário!!!
Mas lembre-se, recados ofensivos não serão admitidos!!